O Afocefe Sindicato reuniu-se nesta quinta-feira, 18, de forma virtual, com 39 Técnicos Tributários da Receita Estadual que tomaram posse recentemente e concluíram o treinamento para o ingresso na carreira.

O presidente do Afocefe, Guilherme Campos, apresentou o Sindicato aos novos Técnicos e os diretores que compõe a atual gestão, destacando a história de lutas e conquistas da entidade em defesa e valorização da categoria. Foram esclarecidas questões de interesse dos Técnicos Tributários sobre o futuro da carreira frente aos novos desafios do serviço público, impostos pelas reformas administrativa e previdenciária, que atingiram diretamente a vida funcional dos servidores. Foram discutidos projetos em andamento que dizem respeito à categoria, entre eles a alteração da denominação do cargo para Analista Tributário da Receita Estadual, o projeto Águia, que prevê um novo modelo de fiscalização tributária no Estado e ainda abordadas questões referentes a futura reestruturação da Secretaria da Fazenda.

‘’Nosso trabalho à frente do Afocefe, que representa a maior categoria da Secretaria da Fazenda, é diário e permanente, na Assembleia Legislativa, em reuniões com o governo e administração estadual, em Brasília e com os movimentos sociais. Além de lutar pela valorização da categoria e por melhores condições de trabalho, aumentando a representatividade e ampliando os espaços de atuação em todas as áreas da Secretaria da Fazenda, nós, como servidores públicos, primamos pela qualidade do serviço público prestado à população e defendemos uma Sefaz mais transparente, atuante e parceira da sociedade’’, afirmou Guilherme Campos.

O presidente do Afocefe relatou a atuação do Sindicato e o protagonismo em discutir temas de interesse do Estado e da sociedade. Destacou os principais eventos do Afocefe, entre eles o Sefaz Debate, que já está na 16ª edição, sempre reunindo grandes personalidades estaduais e nacionais para discutir temas de interesse social e buscar alternativas para o aperfeiçoamento da fiscalização tributária e a melhor atuação do Estado. O presidente citou ainda o Sonegômetro, ferramenta desenvolvida pelo Afocefe com base em estudos do Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz), que estima em tempo real quanto o Estado deixa de arrecadar devido a sonegação de ICMS, principal tributo estadual.
Os novos Técnicos tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura do Afocefe, por meio de imagens retratando a sede administrativa e campestre, os convênios com hotéis e planos de saúde e o assessoramento jurídico e administrativo prestados aos filiados.

O diretor Alexandre Luzzi destacou a importância da inserção e participação dos novos Técnicos Tributários no Sindicato e nas ações sindicais para a oxigenação, renovação e fortalecimento da categoria.

Os dirigentes do Afocefe reforçaram a parceria com os novos Técnicos e se colocaram à disposição para dar apoio e suporte no que for possível. ‘’Somos parceiros para construirmos juntos uma carreira cada vez mais sólida, atrativa, valorizada pela administração e reconhecida pela sociedade’’, finalizou Guilherme Campos.

Leave a Reply