Afocefe e demais entidades que integram a Frente dos Servidores Públicos mobilizados na Assembleia Legislativa - AFOCEFE Sindicato
Escola AFOCEFE
NotíciasNotícias slide

Afocefe e demais entidades que integram a Frente dos Servidores Públicos mobilizados na Assembleia Legislativa

Autor 12 de dezembro de 2023 No Comments
A Frente dos Servidores Públicos (FSP/RS), que integra mais de 30 entidades, entre elas o Afocefe Sindicato, reuniu-se nesta segunda-feira, 12, e divulgou nota pública conjunta questionando o projeto de reestruturação do governo do Estado, apresentado aos parlamentares.
Nesta terça-feira, 13, a diretoria do Afocefe estará mobilizada na Assembleia Legislativa, juntamente com demais entidades representativas de servidores, para dialogar com os deputados e apresentar considerações em relação ao projeto, que será entregue pelo governador Ranolfo Vieira Júnior, em regime de urgência.

✔ Nota Pública da FSP/RS
A Frente dos Servidores Públicos (FSP), coletivo que reúne mais de 30 entidades dos servidores(as) públicos estaduais, municipais e federais, vem a público denunciar mais um vergonhoso ataque ao povo gaúcho promovido pelo governo de Eduardo Leite (PSDB) e seus aliados. Em sua proposta, o governador quer reajustar o próprio salário e do alto escalão e faz vista grossa à articulação que pretende instituir o reajuste automático dos salários de juízes(as), promotores e deputados(as).
A articulação governista visa a aprovar Projeto de Lei da chamada “automaticidade”, sem sequer passar pela análise da sua constitucionalidade na Comissão de Constituição e Justiça do parlamento gaúcho, como ocorre para todas as demais categorias do funcionalismo.
Quase que simultaneamente, o Secretário da Fazenda, Leonardo Busatto, anuncia um ano de muitas dificuldades, com aprofundamento do arrocho salarial, mais precarização e cortes nos investimentos sociais.
É preciso que a sociedade riograndense reaja a este verdadeiro escândalo. Os servidores(as) públicos receberam míseros 6% de reajuste em quase oito anos, amargando perdas salariais superiores a 60%, somente neste período. Nossos aposentados e aposentadas tiveram – nesse ínterim – aumento das suas contribuições previdenciárias, muitos sequer contribuíam antes.
Diante deste quadro, a Frente dos Servidores Públicos convoca as suas categorias para uma forte mobilização contra o avanço de tais privilégios. A crise é só para os menores salários?
Por isso, a FSP conclama os líderes de bancadas da Assembleia Legislativa a não darem acordo a esta proposta, que privilegia o alto escalão do funcionalismo gaúcho!
FRENTE DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO RS