Fiscalização ostensiva coíbe circulação ilegal de mercadorias

  • 1
  • 1

 

Técnicos Tributários da Turma Volante de Santa Cruz do Sul interceptaram, no sábado, 19, carga de arroz beneficiado sendo transportado com documentação inidônea, no Posto da Polícia Rodoviária Federal, em Pantano Grande.

Ao fiscalizarem a carga, transportada em um caminhão bitrem, os Técnicos constataram que a nota fiscal apresentada não correspondia com o produto. Na nota constava se tratar de casca de arroz moída. As embalagens do arroz indicavam falsamente que o produto teria sido beneficiado e embalado por empresa de São Paulo, localizada no bairro do Brás.

Foram apreendidos 39.990 kg de arroz beneficiado, totalizando R$ 95.976,00, sendo recuperados R$ 11.517,12 de ICMS e gerando R$ 13.820,54 de MULTA.

Carregamento com a mesma marca de arroz já havia sido autuado há alguns meses transitando sem documento fiscal na RSC 287, em Santa Cruz do Sul.

Somente com fiscalização mais efetiva da circulação de mercadorias, o Estado poderá inibir a concorrência desleal e a sonegação.

Tweet