PF cumpre mandados de busca e apreensão e indicia advogado por falsificação de sentença

O advogado foi indiciado pelos crimes de falsificação de documento público, uso de documento falso e sonegação fiscal de tributos

A Polícia Federal (PF) cumpriu na manhã desta quinta-feira, 4, cinco mandados de busca e apreensão nos municípios de Erechim e Barão de Cotegipe.

As buscas ocorreram em dois escritórios de advocacia e em duas residências de um advogado, assim como em um estabelecimento comercial.

Os mandados visam a investigação de suposta falsificação de sentença judicial e certidão narratória de processo tramitando junto à Justiça Federal de Erechim.

A fraude, segundo informações da Polícia Federal, tinha como objetivo a redução de pagamento de tributos por parte da Empresa localizada em Barão do Cotegipe.

A investigação teve início no Ministério Público Federal de Erechim, sendo posteriormente instaurado Inquérito Policial na PF de Passo Fundo/RS.

O advogado foi indiciado pelos crimes de falsificação de documento público, uso de documento falso e sonegação fiscal de tributos.

A Polícia Federal não divulgou o nome do advogado.

Tweet